sábado, 25 de agosto de 2012


RELATÓRIO DO ENCONTRO DO GRUPO DE PESQUISA EM MEDIAÇÃO DE CONFLITOS E JUSTIÇA RESTAURATIVA DO DIA 14 DE AGOSTO DE 2012

No dia 14 de agosto de 2012, às 17hs reuniu-se na Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – Campus Santo Ângelo -, o Grupo de Pesquisa em Mediação de Conflitos e Justiça Restaurativa.
No encontro o Dr. Prof. Mauro J. Gaglietti (coordenador do Grupo de Pesquisa) iniciou cumprimentando os presentes, entre eles, a Promotora de Justiça Dra. Rosangela da Rosa, Conselheira Tutelas Rosi Grás, a Orientadora Educacional Manoelita Manjabosco, os representantes do Conselho do Idoso de Cerro Largo e a Presidenta do TMA de Santo Ângelo, Isabel Mousquer.
Após a abertura, foi dada a palavra a Dra. Rosângela, a qual nos repassou suas experiências com a Justiça Restaurativa em forma de projetos e cursos proporcionados pela AJURIS.
Seguidamente, Rosi Grás colocou a idéia central da temática “justiça restaurativa” e mencionou seu funcionamento dentro do âmbito escolar e no Conselho Tutela. Manoelita Manjabosco também colaborou nos repassando os tipos de conflitos mais freqüentes e de que forma está sendo aplicada a justiça restaurativa.
Os representantes do Conselho do Idoso, entre eles o Presidente, Sr. José Léo, trouxe a necessidade da aplicação da mediação e da justiça restaurativa nos conflitos relacionados a terceira idade, de origem, na sua maioria, familiar. Nos colocou ainda um caso enfrentado recentemente, onde, mesmo sem ainda não ter conhecimento prático destas formas de composição dos conflitos, se utilizou, da melhor forma possível, do diálogo para tratar e solucionar um impasse entre sobrinha e tia já idosa.
A presidente do TMA, Isabel Mousquer, colocou que o mesmo tem recebido um grande volume de pedidos de tratamento/solução de conflitos de forma extrajudicial, e que não faltará trabalho em quaisquer que seja a área de relacionamentos sociais (cível, penal, administrativo,...).
A Assistente Social de Cerro Largo que também compõe o Conselho do Idoso da mesma, Sra. Clarice Winter Frohlich, mencionou da imensa necessidade da aplicação destas formas de resolução de conflitos para a pacificação social. E se mostrou bastante interessada em participar do curso de formação de mediadores oferecido pela URI através do Grupo de Pesquisa em Mediação e Justiça Restaurativa coordenado pelo Prof. Dr. Mauro José Gaglietti.
Ao final do encontro, alunos da graduação e do mestrado da URI, participantes do Grupo de Pesquisa, expressaram bastante motivação e interesse em também participar do curso de formação de mediadores, agradecendo pela oportunidade e pela presença enriquecedora das autoridades presentes. Da mesma forma o Prof. Dr. Mauro também agradeceu e deixou a palavra para que estes finalizassem o encontro.
Os convidados então colocaram seus interesses em continuar participando do Grupo de Pesquisa e do Projeto de formação de mediadores. Ainda agradeceram pela oportunidade e se despediram deixando uma mensagem de força e otimismo, pedindo que sejamos todos persistentes e engajados nesta caminhada, visto que um projeto, por maiores os benefícios que possam trazer, só é realmente benéfico quando é posto em prática, gerando frutos.

Contudo, agradecemos em nome do Prof. Dr. Mauro, e nos colocamos à disposição para maiores informações.
Atenciosamente,
Sheila M. U. Willani e Ana Paula Cacenote – mestrandas e bolsistas do Grupo de Pesquisa em Mediação e Justiça Restaurativa.


2 comentários:

  1. Parabéns pela iniciativa e pelas intervenções dos participantes!
    Abraços
    Renato Sócrates Gomes Pinto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah...meu email é diretoria@idcb.org.br
      Abs
      Renato

      Excluir